TERRA E MEMÓRIA: OS TERRITÓRIOS GUARANI NO OESTE DO PARANÁ

RESUMO

O artigo tem como objetivo, a partir da perspectiva da história oral, reconstruir o mapa territorial indígena Guarani de meados do século XX, afirmando que existiam aproximadamente 30 aldeamentos Guarani no Estado do Paraná que foram sistematicamente desterrados enquanto política oficial dos governos brasileiros. No intuito de defender e promover a colonização não indígena, o Estado brasileiro simplesmente deslocou de forma compulsória centenas de famílias indígenas Guarani para a área indígena de Rio das Cobras, as áreas liberadas foram imediatamente ocupadas por empresas de colonização ou por setores privados. Uma história não oficial, não contada e que sobrevive apenas na memória dos velhos Guarani e nos grandes vazios demográficos repletos de soja no estado do Paraná.